Handmaid's News

The Handmaid's Tale promete rebelião na terceira temporada


A Resistência deve agir mais na nova temporada da série

Os detalhes sobre a terceira Temporada de The Handmaid's Tale continuam em segredo, já que ainda não foi dado início nas filmagens que devem começar em outubro, mas ainda estamos à procura de detalhes e qualquer spoiler sobre o que vem a seguir.

O site americano TV Guide conversou com o produtor executivo Bruce Miller no tapete dourado do Emmy Awards na última segunda (17), e o que ele tinha a dizer sobre o enredo de June nos deixa ansiosos para ver mais de perto a Resistência infiltrada e agindo dentro de Gilead. "Eu acho que a terceira temporada é muito mais rebelde, aparentemente mais rebelde do que as temporadas um e dois. Acho que June sofreu muito, e é hora dela descontar um pouco disso", disse Miller.

Na última vez que vimos June, ela estava entregando sua bebê recém-nascida para Emily para que elas pudessem fugir para o Canadá, enquanto ela ficava para trás para tentar encontrar sua outra filha, Hannah. Foi uma decisão ousada e ele insinuou que a mentalidade de June muda drasticamente quando retornamos à sua história na terceira temporada.

"Acho que estou mais animado com o que acontece a June, agora que ela escolheu voltar a Gilead, que não foi forçada", disse Miller. "Essa é uma escolha grande e poderosa. O que muda em sua mente quando você escolheu estar em um lugar como esse e você escolheu ficar do lado de dentro e lutar ao invés de fugir? Eu acho que é muito diferente psicologicamente, então isso tem sido muito interessante".

O produtor Warren Littlefield já tinha comentado em entrevista ao The Hollywood Reporter sobre a nova temporada da série dar enfoque a Resistência, movimento que deu seus primeiros e curtos passos na segunda temporada e ao que tudo indica deve dominar o terceiro ano de The Handmaid's Tale. A produção da terceira temporada já começou e as gravações devem inciar em outubro desse ano. Os novos episódios devem estrear em 2019.