Handmaid's News

Comandante Joseph Lawrence


Comandante Joseph Lawrence é um personagem da segunda temporada de The Handmaid's Tale, o arquiteto da economia de Gilead, que é rude e intimidador, com uma genial e louca vibe desgrenhada. Seu humor malicioso e flashs de bondade fazem dele uma presença confusa e misteriosa para sua mais nova aia. 

Depois da explosão que mata várias aias, Emily é trazida a Gilead e morre o Comandante da casa que foi designada, ela é destinada para Lawrence. 

O Comandante Joseph apareceu pela primeira vez no episódio 12 da segunda temporada como um homem diferente dos Comandantes anteriores, soando até excêntrico. Interpretado por Bradley Whitford.

Na terceira temporada, Joseph retorna no elenco principal. June é designada a ele, sendo assim a Ofjoseph #2.

Aparência

Ao contrário da maioria dos Comandantes, o Comandante Lawrence nem sempre veste preto, ele é frequentemente visto usando um lenço. Ele é alto e ligeiramente construído, com cabelos barba grisalhos, e usa óculos.

Personalidade

Fred Waterford o chama de "um homem interessante" e "visionário" que ajudou a trazer Gilead para a vida, mas admite que sempre foi difícil de lê-lo.

Citações 

Estou me metendo na merda.

- Comandante Lawrence sobre o plano de fuga que ele concebeu para Emily.

As mulheres podem ser úteis.

- Lawrence em uma reunião para o destino de não mulheres detidas.

Antes de Gilead 

Na faculdade, Joseph cortejou Eleanor via fitas cassete.

Após a aquisição

Segundo a tia Lydia, o comandante Lawrence é responsável pelo estabelecimento da economia de Gilead e, de acordo com sua esposa Eleanor, das temidas Colônias.

Presente, segunda temporada

Postpartum

Emily está sendo conduzida pela tia Lydia para a casa do Comandante Lawrence. Ele acaba por ser diferente dos outros comandantes. Ele tem uma Marta com apenas um olho chamado Cora. Sua casa está repleta de livros e artefatos, que são severamente proibidos pela lei de Gilead. Emily é pega olhando para um livro do comandante. Ele pergunta a ela qual é a penalidade por ter sido pega lendo e ela diz um dedo. Ele diz a ela que costumava ser uma mão no passado.

Quando Emily se prepara para dormir, a mulher do Comandante Lawrence entra. Ela diz a ela que ele é responsável pelas Colônias genocidas. Lawrence vem para levá-la embora, mas ela diz a ele que ela o odeia. Ele a tranca de volta em seu quarto e diz a Emily para ir com ele. Ela o segue até o escritório, onde ele serve um copo de licor. Ele pergunta a ela sobre seu passado, mas ela diz a ele que Deus a chamou para um propósito maior. Ele diz que ela não acredita nisso. Ele pergunta se ela tem uma esposa e um filho e ela diz que sim. Ele diz que ela deve sentir falta deles.

The word

O Comandante Lawrence se recusa a participar da primeira Cerimônia entre ele e Emily. Em vez disso, ele a manda de volta para o quarto dela. Quando Emily apunhala e ataca tia Lydia, Lawrence leva Emily de carro, Emily acha que ela vai ser punida e morta. No entanto, Lawrence revela-se parte da Resistência. Ele leva Emily para o ponto de encontro designado que também havia sido designado para June e a bebê Holly. Um complô foi montado por outros membros da Resistência para ajudar June a escapar de Gilead. Lawrence queria que Emily tivesse sua chance de escapar também. Ele lhe dá uma despedida sincera apesar do fato de que ele sofrerá a ira dos Olhos. Um veículo chega, e Lawrence e seu motorista saem quando Emily fica segura de que ela está fugindo de Gilead para sempre. June ajuda Emily a entrar no caminhão enquanto o Comandante Lawrence se afasta, e então lhe dá a bebê, dizendo a Emily para chamá-la de Nichole e dizer que ela a ama. June fecha a porta e o caminhão se afasta, Emily gritando seu nome.

Presente, terceira temporada

Night

O episódio começa exatamente onde a segunda temporada terminou com o veículo que está contrabandeando a bebê Nichole e Emily, enquanto June reza para que Deus protegesse Nichole e falou com Nichole dizendo: "Me desculpe, garota. Mamãe tem trabalho a fazer". O carro do Comandante Lawrence desaparece quando June o persegue. Depois de um momento de pânico, o carro volta. Ele está chocado com o fato de June não ter entrado no caminhão e diz a ela para entrar no carro, para que possam se encontrar com o caminhão antes que ele cruze a fronteira canadense. June se recusa e pede para ser levada ao Comandante McKenzie para pegar sua filha Hannah (Agnes em Gilead) antes de ir para o norte. Com grande convicção, June afirma que ela não pode e não vai sair sem ela. O Comandante Lawrence concorda em levá-la aos McKenzies.

No Centro Vermelho, tia Elizabeth diz a June para pegar suas coisas e é levada para uma nova casa, a do Comandante Lawrence. June promete a ele que ela não será problema.

Mary and Martha

Quando ela volta para casa, June encontra a tia Lydia sentada na sala de estar com os Lawrences. O Comandante descreve a recente Cerimônia como "sucesso" antes de escoltar Eleanor. Tia Lydia, desconfiada do Comandante Lawrence, lembra June para relatar qualquer coisa "indecorosa". Quando ela tropeça enquanto começam a subir as escadas para o quarto de June, June se oferece para ajudá-la, tia Lydia dá um choque em June. Ela ressalta que, ao contrário de tia Elizabeth, teria mandado June para "o Muro" em vez de uma nova casa, acrescentando que "Ofjoseph" foi vista "fofocando" na Pães e Peixes.

Na cozinha de Lawrence, June encontra Beth e Cora que estão prestes a abrigar a fugitiva Marta Alison planejando ajudá-la a escapar. Lawrence quer chamar um Guardião para mandá-la para casa, mas June o convence a "deixá-la ter uma chance para algo melhor".

Na casa de Lawrence, Alison aparece de repente com uma Marta ferida e a escondem no porão. Um incensado Comandante Lawrence chama Cora de "mentirosa" enquanto ela se desculpa pelo barulho no porão. Ele ordena que June conserte as coisas. Enquanto os Guardiões entram, June percebe que o sangue da mulher está na parede. Como a Sra. Lawrence assume o trabalho de limpeza, June retorna ao porão. Os guardiões estão procurando fugitivas fora e na casa, June tentando desesperadamente acalmar a mulher ferida gemendo, para impedi-la de chamar a atenção dos Guardiões. Os Guardiões acabam saindo, mas a mulher morre.

O Comandante Lawrence, enfurecido, exige que June descarte o corpo de Marta sozinha. Ela demora um pouco, mas escava uma sepultura e coloca a mulher nela, depois faz uma oração sobre seu local de descanso final. Como June fica na banheira mais tarde, Beth vem com algumas pomada para as mãos machucadas de June. Ela relata que Lawrence mandou Cora embora porque "ele não gosta de mentirosos".

Useful

Beth e a nova Marta, Sienna, estão se preparando para uma grande reunião: Todos os Comandantes vêm até a mansão Lawrence, porque ele não vai às reuniões. Beth e June sussurram sobre o fluxo de informação cada vez menor.

Quando os comandantes começam a chegar, Fred Waterford e June têm uma breve conversa na sala de jantar. Ela pergunta como Serena está se saindo e ele diz que ela ficará bem. Então ela pergunta o que ele sabe sobre Lawrence. Ele o descreve como "um homem interessante" e "visionário" que ajudou a trazer Gilead para a vida, mas admite que sempre foi difícil de lê-lo. Quando ela pressiona por mais, Fred diz: "Ele não gosta de ser chateado".

Quando June entra no escritório, que agora está cheio de comandantes, ela fica surpresa ao ver Nick sentado entre eles. Os homens estão discutindo um "carregamento" de mulheres de Chicago com destino às Colônias. Quando surge uma discussão sobre a diferença nas habilidades de gênero, Lawrence zomba da profissão anterior de June como editora e, em seguida, ordena que ela traga "The Descent of Man", de Charles Darwin, de sua estante. Ela pega o livro em questão e se ajoelha para entregá-lo a ele, e ele zomba dizendo "As mulheres podem ser úteis".

June visita Lawrence em seu escritório, onde ele está lendo alguns arquivos. Ele começa a interrogá-la sobre se ela é boa em fazer amigos e influenciar pessoas, aproximando-se de seu rosto apenas para perguntar se isso "realmente funcionou com Fred" e como os Waterfords não perceberam o quão "transacional" ela é. Ele então explica que ajudou Emily porque ela era inteligente e poderia ser "útil" para o mundo, enquanto ele vê June como "inútil", uma vez que ela nunca tentou "ajudar ninguém", trazendo alguns detalhes de seu passado. June responde que se ele não tivesse criado o sistema que tornou Gilead possível, nenhum deles estaria na situação atual, o que o torna "muito pior do que 'inútil'".

Lawrence então anuncia que vai dar uma volta e leva June a um armazém onde centenas de mulheres estão presas em jaulas. Elas estão destinados às Colônias, mas ele entrega a ela o formulário e diz a ela que pode poupar cinco, que serão transformados em Martas. Como ela não escolhe, ele diz que ela está condenando todas elas à morte.

Lawrence chega em June, que o entrega os arquivos da noite anterior com cinco seleções. Então ela entra na cozinha e anuncia a Beth que terão cinco novas Martas escolhidas a dedo para a Resistência: uma engenheira, uma técnica de TI, uma jornalista, uma advogada e uma ladra.

Unknown Caller

O Comandante Lawrence se recusa a ajudar June a descobrir se Luke está em perigo iminente declarando "Estamos todos em perigo".

Serena e Fred aparecem na casa dos Lawrences e pedem a June, que inicialmente relutava, que ligasse para Luke e pedisse que ele aceitasse uma visita no Canadá. Somente quando June descobre que é essencialmente o pedido pessoal de Serena para encontrar Nichole, ela finalmente concorda, apontando que ela quer que Serena "a deva".

Com os Waterfords e o Comandante Lawrence observando, June liga para o marido e garante que ela e Hannah estão bem. Ela então diz a ele para levar Nichole para conhecer os Waterfords no aeroporto de Toronto no dia seguinte. Luke concorda em ver "não ele, apenas ela". A ligação é interrompida quando June diz que o ama.

Household

Lawrence diz a June que Fred quer pedir sua ajuda para forçar os canadenses a repatriar sua filha. June pede a Lawrence para não chamar Holly "de filha de Fred". Lawrence diz a ela que os Waterfords estão participando de uma oração pública em Washington para implorar aos canadenses que retornem Nichole.

Quando June e os Waterfords viajam para Washington, o Comandante Lawrence manda Nick atrás deles para "vigiar".

Under His eye

June e a Sra. Lawrence voltam para casa depois de uma caminhada. O Comandante Lawrence gentilmente leva sua esposa para o quarto dela. A Sra. Lawrence pede desculpas a June, chamando-a de "Ofjoseph". O comandante Lawrence ajuda a esposa a ir para a cama e tira os sapatos dela. June diz ao Comandante Lawrence que ela não tinha intenção de colocar a sra. Lawrence em perigo. Ela também conta que Eleanor ganhou vida durante a caminhada.

Unfit

O Comandante Lawrence diz a June que ele não sabe sobre onde os McKenzies ou Hannah estão agora, e "Não me pergunte novamente". Mais tarde, quando o Comandante Lawrence pede a June que passe tempo com sua esposa já que ela é "boa para ela", June brinca com a culpa do mundo que ele construiu ajudou a destruir sua esposa, acrescentando que, ele a mantém "refém" em vez de tirá-la de Gilead, está efetivamente matando-a.

Witness

June retorna para a casa de Lawrence do hospital. Os livros e a arte na casa de Lawrence desapareceram da maioria dos quartos, como resposta a algumas novas regulamentações que o Comandante Waterford apresentou desde o retorno de Washington.

Eleanor e Joseph discutem em voz alta. Ela o expulsa do quarto e ele se retira para o escritório, June o segue e percebe que a maioria dos livros foram colocados ali antes de pedir que ele "pegue um caminhão, leve-a para fora e consiga a ajuda de que precisa". Pela voz, June percebe que ele está com medo e vê isso como um "grande motivador".

Joseph Lawrence está fora para uma reunião. June entra em seu escritório e começa a procurar em seus arquivos. Como ela é pega pela Sra. Lawrence, ela confessa estar procurando por "filhas de amigos". Eleanor a leva ao porão onde Joseph mantém os dossiês do Centro Vermelho. Lá embaixo, June se senta no chão e começa a examinar várias caixas de arquivos das aias. Quando ela sugere que Eleanor deixe Gilead junto com seu marido, ela se recusa e aponta que Joseph, como criminoso de guerra, seria preso - ou morto - assim que cruzasse a fronteira, admitindo que "ele mereceria".

Enquanto isso, Fred convence Winslow de que Gilead precisa "dar o exemplo" com o comandante de June, que teve quatro aias e nenhuma criança, o que pode indicar falta de disciplina e ser "incapaz de liderar sua família" provaria ser "incapaz de liderar" Gilead. Eles decidem participar da Cerimônia na casa de Lawrence naquela noite.

Beth atrai uma June surpresa para a sala de estar onde Winslow e os Waterfords se reuniram. June lembra que eles costumavam enviar "testemunhas" nos primeiros meses de Gilead, quando alguns lares resistiram a participar da Cerimônia. Depois de alguns versículos da Bíblia, Joseph, Eleanor e June sobem para o quarto.

Joseph sugere que esperem um pouco e depois simplesmente desçam as escadas, mas June lembra que um médico a checaria depois, o que deixa Eleanor furiosa. June aponta que eles precisam fazer alguma coisa. Eleanor é enviada a uma sala adjacente. June fala para Joseph "tratá-la como um trabalho e ver de fora, como uma transação". Depois, Joseph vai ao seu escritório sem dar uma palavra com seus convidados. O médico verifica June e a tia Lydia anuncia que foi "uma cerimônia bem-sucedida".

Depois que todos saem, Lawrence passa a June uma cartela de pílulas anticoncepcionais. Ele então promete conseguir um caminhão para ela tirar sua esposa de Gilead. June sugere que ele venha também trazendo algumas crianças roubadas de Gilead, o que faz com que Lawrence considere se tornar um herói.

Liars

June encontra uma enlouquecida Eleanor Lawrence apontando uma arma para seu marido Joseph, que tenta argumentar com ela. June diz a Eleanor para abaixar a arma, mas Eleanor quer matá-lo por estuprar June durante a Cerimônia. June simpatiza com Eleanor, mas diz a ela para se controlar. June diz a Eleanor que precisa da ajuda dela e do Comandante Lawrence para contrabandear crianças de Gilead.

Depois de acalmar Eleanor, June passa o tempo com o Comandante Lawrence na sala de estar. Ela conta a Lawrence sobre seu plano de levar 52 crianças de Gilead com a ajuda das Martas. June diz a ele que isso pode ajudá-lo a compensar seu papel na criação de Gilead. June convence Lawrence a fornecer mais caminhões para ela.

Ao entrar no escritório de Lawrence, Beth e June descobrem que os Lawrences já fugiram e deixaram para trás documentos destruídos. June procura nas gavetas e pega um telefone, que ainda está funcionando.

Mais tarde, June é surpreendida ao ver que o Comandante Lawrence voltou. Ela está com raiva porque Lawrence renegou sua promessa de ajudá-la. Lawrence diz que sua esposa é mais importante para ele. Ele confirma que foi incapaz de sair devido à perda de autorizações. Lawrence admite que não pode pegar um caminhão e que as autoridades estão se aproximando dele. Lawrence promete manter June longe das Colônias e destiná-la para um bom comandante.

June convence Lawrence a levá-la a Boston. Ele a deixa em Jezebels e promete esperar por ela. Depois de um tempo, June retorna ao Comandante Lawrence no carro e diz a ele para dirigir.

June está sentada na janela quando o Comandante Lawrence entra com uma arma. Ele dá a June dizendo a ela que "eles virão atrás de nós".

Mayday

O Comandante Lawrence pede a Sienna para desamassar seu terno, mas ela pede desculpas por estar ocupada porque Ofjoseph precisa de sua ajuda. Lawrence não se opõe e permite que ela vá ao porão. Quando Lawrence observa que Sienna está espinhosa, June responde que talvez ele tenha esquecido como uma mulher forte parece. Lawrence levanta preocupações sobre o mal estar de Beth.

Lawrence diz a June que organizou uma reunião da equipe de segurança que deve retirar as forças de segurança do bairro durante a fuga. Pouco depois, Beth entra na cozinha e pergunta se ela pode fazer algo para o Comandante Lawrence. Lawrence diz que está bem e sai da cozinha. Na cozinha, as mulheres preparam pão, carne e água para o voo até o Canadá.

O Comandante Lawrence retorna inesperadamente. Lawrence pede desculpas e pergunta como está Kiki (Rebecca). June tranquiliza-o de que a criança vai ficar bem porque vai tirá-la dali. Lawrence quer evacuar a criança para Lexington, mas June discorda.

Lawrence diz a ela que alguém viu uma Marta com uma criança perto de Lexington que não deveria estar se movendo avisando June que o distrito enviou grupos de busca. Lawrence quer interromper a operação, mas June não está disposta a permitir que Kiki se case aos 14 anos em uma referência à Eden. Ela está determinada a não enviar Kiki de volta para ser estuprada e mutilada no mundo insano que ele ajudou a construir. Lawrence tenta assegurar-lhe que Kiki estará segura porque seu pai é um comandante. June discorda e diz que muitas sofreram. Lawrence pede a June para devolver a arma e ela a coloca na mesa. Ela diz a Lawrence que ele não está no comando, mas que ela está. June diz a Lawrence para ir ao seu escritório e encontrar um mapa para ela. Lawrence responde com raiva que ainda está em sua casa, mas June implica que essa não é mais sua casa. Ela esconde a pistola na bota.

Rita e outra Marta trazem um bebê para a mansão Lawrence, com Rita dizendo a June que a outra Marta matou os pais porque eles não as deixaram sair. June e as Martas verificam a trilha até o aeroporto. Elas amarram tecidos brancos nas árvores para marcar seu caminho.

June e as Martas retornam à casa de Lawrence, onde encontram o Comandante Lawrence lendo uma história para as crianças e Martas para confortá-las e encorajá-las. June também se encontra com Janine que a abraça e diz que as autoridades prenderam outra Marta e estão procurando de casa em casa pela garota de Lexington. As mulheres e crianças saem da casa dos Lawrences.

O Comandante Lawrence cobra June sobre sua promessa de que não haveria problemas. June pede a Lawrence para acompanhá-las, dizendo que Eleanor gostaria disso. Lawrence responde que ele não é um grande fã de voar. Ele diz que Eleanor queria que ele ficasse e limpasse sua própria bagunça. June diz que Deus lhe conceda a paz e Lawrence também lhe dá uma bênção.

Leia notícias sobre o personagem em The Handmaid's Tale Brasil