Handmaid's News

Livro "O Conto da Aia"


The Handmaid's Tale, ou O Conto da Aia no Brasil, é um romance distópico de 1985 da autora canadense Margaret Atwood. Situado na Nova Inglaterra de um futuro próximo, que agora é parte de uma teonomia totalitária fundamentalista cristã que derrubou o governo dos Estados Unidos.

A obra explora os temas da subjugação das mulheres e os vários meios pelos quais elas perdem individualismo e independência. O título do romance ecoa os componentes de Os Contos de Cantuária de Geoffrey Chaucer, que compreende uma série de histórias conectadas.

The Handmaid's Tale ganhou o Prêmio do Governador Geral de 1985 e o primeiro Prêmio Arthur C. Clarke em 1987; também foi nomeado para o Prêmio Nebula de 1986, o Prêmio Booker de 1986 e o Prêmio Prometheus de 1987. Foi adaptado para um filme em 1990, uma ópera em 2000 e mais recentemente uma série de TV em 2017.

Continua após a publicidade


Enredo

The Handmaid's Tale está estabelecido na República de Gilead, uma teonomia cristã militar formada nas fronteiras do que anteriormente eram os Estados Unidos da América.

Após um ataque terrorista matar o presidente e a maioria do Congresso dos Estados Unidos, um movimento fundamentalista de reconstrução cristã autointitulado "Filhos de Jacó" lança uma revolução e suspende a Constituição dos Estados Unidos sob o pretexto de "restaurar a ordem". Eles rapidamente tiram os direitos das mulheres, em grande parte às contas em banco rotulados pelo sexo feminino. O novo regime, a República de Gilead, trabalha velozmente para consolidar seu poder e reorganizar a sociedade estadunidense ao longo de um novo modelo totalitário, militarizado e hierárquico de fanatismo religioso e social inspirado no Antigo Testamento entre suas castas sociais recém-criadas. Nesta sociedade, os direitos humanos são severamente limitados e os direitos das mulheres são ainda mais restritos; por exemplo, as mulheres estão proibidas de ler.

A história é contada em primeira pessoa por uma mulher chamada Offred (literalmente Of-Fred). A personagem é parte de uma classe de mulheres mantidas para fins reprodutivos e conhecidas como "aias" pela classe dominante em uma era de nascimentos em declínio devido à esterilidade por poluição e doenças sexualmente transmissíveis. Offred descreve sua vida durante sua terceira tarefa como aia, neste caso na residência de Fred (referido como "O Comandante"). Intercalados em flashbacks estão porções de sua vida de antes e durante o início da revolução, quando ela descobre que perdeu toda autonomia para seu marido, depois de uma tentativa fracassada de escapar do país com sua família para o Canadá. Ela então passa a ser doutrinada para ser uma aia. Offred descreve a estrutura da sociedade de Gilead, incluindo as diferentes classes de mulheres e suas vidas circunscritas na nova teocracia cristã.

O Comandante é um alto funcionário da República de Gilead. Embora ele só deva ter contato com Offred apenas durante a Cerimônia (um estupro ritualizado destinado à reprodução e no qual a esposa do Comandante está presente) ele inicia um relacionamento ilegal e ambíguo com ela. Ele a oferece produtos contrabandeados, como revistas de moda antigas, cosméticos e roupas, leva ela ao bordel secreto de Jezebels e encontra-se furtivamente com ela em seu escritório, onde ele permite que ela leia, uma atividade proibida para as mulheres. A esposa do Comandante, Serena Joy, também tem interações secretas com Offred, arrumando-a para fazer sexo com Nick, o motorista do Comandante, em um esforço para dar um filho ao Comandante. Em troca da cooperação de Offred, Serena Joy dá notícias de sua filha, a quem Offred não viu desde que ela e sua família foram capturadas tentando escapar de Gilead.

Continua após a publicidade


Após o encontro inicial de Offred com Nick, eles começam a se encontrar com mais frequência. Offred descobre que gosta do sexo com Nick, apesar de sua doutrinação e das lembranças de seu marido. Ela compartilha informações potencialmente perigosas sobre seu passado com ele. Através de outra aia, Ofglen, Offred conhece o movimento de resistência chamado de "Mayday", uma rede oculta que trabalha para derrubar a Gilead. Pouco depois do desaparecimento de Ofglen (mais tarde revelado como um suicídio), a esposa do Comandante encontra provas da relação entre Offred e o Comandante. Offred contempla o suicídio. Quando o romance está próximo ao fim, ela está sendo levada pela polícia secreta, os "Olhos de Deus", conhecidos informalmente como "os Olhos", sob as ordens de Nick. Antes de ser colocada na grande vã preta, Nick diz a ela que os homens fazem parte do Mayday e que Offred deve confiar nele. Offred não sabe se Nick é um membro do Mayday ou um agente do governo posando como um. Logo, ela não sabe se ir com os homens resultará em sua fuga ou na sua captura. Ela entra na vã com seu futuro incerto.

O livro acaba com um epílogo metaficional que explica que os acontecimentos do romance ocorreram pouco depois do início do chamado "Período de Gilead". O epílogo é "uma transcrição parcial dos trabalhos do Décimo Segundo Simpósio de Estudos Gileadeanos", escrito no ano de 2195. De acordo com o "palestrante" do simpósio, o professor Pieixoto, ele e seu colega, o professor Knotly Wade, descobriram a história de Offred gravada em fitas cassete. Eles transcreveram as fitas, chamando-as coletivamente de "O Conto da Aia". Através do tom e das ações dos profissionais nesta seção final do livro, o mundo da universidade é destacado e criticado, e Pieixoto discute a busca de sua equipe pelos personagens nomeados no conto e a impossibilidade de provar a autenticidade das fitas. No entanto, o epílogo implica que, após o colapso da república teocrática de Gilead, uma sociedade mais igualitária, embora não os Estados Unidos que existiam anteriormente, reaparece com a restauração dos direitos plenos das mulheres e da liberdade de religião.

Sequência

Em 28 de novembro de 2018, Margaret Atwood anunciou a sequência de O Conto da Aia, intitulado por The Testaments, que deve estrear em 2019. A trama da sequência deve contar com três personagens femininas encabeçando a história 15 anos depois dos acontecimentos finais de Offred em The Handmaid's Tale.