Handmaid's News

Centro Vermelho


O Centro Vermelho, ou Rachel e Leah Center/ Centro Raquel e Lia (nome oficial), é um centro criado para abrigar e treinar aias. É nomeado pela passagem bíblica Raquel e Lia, cuja história forneceu inspiração para o papel das aias como criadoras na República de Gilead. O Centro Vermelho é apelidado tanto devido ao fato de seus habitantes primários serem aias, que são obrigadas a usar vermelho, e como uma junção de reeducação. O Centro é administrado pelas Tias.

O Centro Vermelho está localizado no que já foi uma escola secundária (uma espécie de ensino médio no Brasil). As aias estão sob vigilância rigorosa a todo momento - mesmo sendo acompanhadas por uma tia quando usam o banheiro - e não podem sair a menos que sejam designadas a um comandante. As aias residem no Centro quando não estão em missão de terem filhos. Além de abrigar as aias, o Centro também é onde elas são treinadas e doutrinadas no sistema de crenças de Gilead. Todas as mulheres férteis, particularmente aquelas consideradas "subversivas", foram reunidas e enviadas para o Centro Vermelho quando Gilead foi formada.

Continua após a publicidade


Na série de televisão, um segundo Centro Vermelho (o da foto acima) foi construído um ano depois que Offred foi morar com os Waterford. Este centro era maior que o anterior e lembrava um prédio de escritórios. Os interiores tinham corredores largos com tetos altos, com desenhos muito modernos. O Comandante Fred supervisionou a construção deste novo complexo.

Durante a cerimônia de inauguração, onde vários Comandantes e aias compareceram, a Ofglen #2 entrou no prédio e revelou às outras aias que ela tinha uma bomba. Quando as aias se distanciaram do prédio, Ofglen correu pelo corredor do auditório em direção ao palco onde Waterford estava fazendo um discurso. Antes que Ofglen pudesse ser detida, ela detonou a bomba, matando 26 comandantes, 31 aias e ferindo gravemente vários outros. O novo Rachel e Leah Center sofreu danos severos e não se sabe se algum dia ele será ativado novamente.