Handmaid's News

Review | Castle Rock S01E06 - "Filter"


Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do sexto episódio, S01E06 – “Filter", da primeira temporada de Castle Rock.

A série, agora já renovada para a segunda temporada, nos traz um episódio 6 que se desvia do habitual, tomando um cominho por uma rara pista de ficção científica, quando duas figuras misteriosas deram um passo à frente para explicar a estranheza do schisma de Stephen King.

Conhecemos Odin Branch (CJ Jones) e Willie (Rory Culkin) - Willie faz toda a conversa, mas Odin faz o pensamento. Odin é o membro mais velho e mais enrugado da dupla. Ele também é surdo, e Willie é seu tradutor de libras. Henry Deaver os descobre enquanto atravessa a floresta onde seu pai costumava segui-lo com uma câmera de vídeo, perguntando ao menino: "Você ouve agora, filho?"

Eles oferecem uma explicação do que isso realmente é - uma discordância no tempo-espaço, de certa forma. Um choque entre universos alternativos que deixa um rastro audível quando o universo sofre uma colisão. O pai de Henry acreditava que esse som era a voz do Deus, e ele era capaz de discernir instruções específicas dele. Também é provavelmente a voz ouvida por Lacy que o levou a capturar e aprisionar o jovem misterioso interpretado por Bill Skarsgård, nosso The Kid.

Mas para Odin, esse fenômeno - que ele chama de "o schisma" - não é sobrenatural. É ciência. "Eu tenho graus avançados em bioacústica e psicoacústica", Odin, por meio de Willie, diz a Henry como eles estão à luz do fogo na floresta. "O melhor que posso dizer é que o schisma é na verdade turbulências em nanoescala causadas por totalidades quânticas cocleares friccionadas em paralelo. Outros ouvidos, outros tempos. Todos os ​​possíveis passados, todos os possíveis presentes. Schisma é o som do universo tentando reconciliá-los."

Henry tem a mesma aparência de assutado que você tem enquanto vê a cena. "Para alguns ouvintes, o schisma soa como zumbido nos ouvidos. Você já teve isso, Henry?", Pergunta Odin. Claro, sabemos que ele sentiu. E agora sabemos o que é isso, que pode explicar por que Castle Rock é a fonte de tanto mal e caos. Ela existe na margem desse mar revolto de distúrbios cósmicos.

"Seu pai chamou de A Voz de Deus", diz Odin a Henry. "A maioria das pessoas não consegue ouvir nada. Alguns ouvem uma vez e depois nunca mais. Poucos sortudos ouvem constantemente, são praticamente ensurdecidos por ela. Existem variações, naturalmente. Está quieto em alguns lugares. Muito mais alto nos outros."

Odin era um amigo do pai de Henry, em outros tempos era ali que juntos procuravam o schisma. Odin construiu alguma coisa, com base na orientação que o pai morto de Henry recebeu dessa "voz de Deus". Mas é assim que o episódio conclui. Começa não com uma descoberta, mas com um enterro. O corpo do pai de Henry é devolvido a um cemitério em Castle Rock. Ninguém está lá para se despedir, exceto o filho.

O próprio filho de Henry, Wendell (interpretado por Promise Jacobs, que foi Mike Hanlon em IT - A Coisa) também está em cena agora, visitando seu pai distante e a avó mentalmente instável, Ruth. Enquanto Henry está ocupado tentando se reconciliar com seu filho, The Kid está em sua casa de hóspedes explorando velhas fitas de busca pela floresta que foram feitas pelo pai de Henry. O jovem misterioso tem uma missão para Alan: recuperar o carro que Lacy cometeu suicídio. Mas o veículo foi vendido para um ferro velho em Syracuse. "Então você vai para Syracuse", o homem diz a ele. Por quê? "Eu não posso explicar em palavras que você entenderia", "Tente", diz Alan. "O tempo é seu inimigo, xerife", diz o jovem. Ele estava certo. Alan não entende. Mas de qualquer forma ele parte em busca do carro.

The Kid aparece usando a roupa do pai de Henry, Ruth vê e diz: "Eu pensei que nós o enterramos nisso." A aparição é suficiente para Henry o levar para a casa psiquiátrica Juniper Hill (outro local conhecido de King) e, quando ele está deixando o novo hóspede, um bando de corvos enche o céu. Um deles mergulha no chão como uma bomba e se mata ao lado de Henry.

De volta a Castle Rock, o filho de Henry está perguntando sobre a história da família, especificamente quando os Deaver adotaram seu pai. "Por que eles não tiveram seu próprio filho?", "Eles tentaram. E perderam um bebê. Acho que não quiseram ir por essa caminho novamente.".

"Como eles eram, seus pais verdadeiros?" Henry diz algo que realmente aqueceria o coração de qualquer um que seja pai e mãe adotivos. "Vovó e vovô são meus pais verdadeiros. Vejo você pela manhã." Naquela noite, Henry pergunta a sua mãe por que seu pai sempre o fazia caminhar pela floresta. "Ele já falou sobre ouvir um som lá fora?" Ruth parece defensiva. "Como eu saberia de algo assim?"

Quando Henry vê Molly em seguida, pergunta se ela já viu ele e seu pai se aventurarem juntos na floresta. Ela confirma que sim e que suas habilidades psíquicas permitiram que ela sentisse que Henry estava fora. A conversa evolui até Molly confessar que foi ela quem removeu o tubo de respiração do pai ferido depois que ele foi encontrado quase morrendo na floresta congelada durante o desaparecimento na infância de Henry. "Eu estava na floresta na noite em que você desapareceu. Eu estava com você", diz ela.

De volta a casa, Wendell está tentando se aproximar da avó. Ela explica por que esconde peças de xadrez em cômodos da casa. "É um mecanismo de enfrentamento. Se eu encontrar uma peça de xadrez no congelador, sei que estou no presente. E eu posso encontrar meu caminho para fora da floresta."

Enquanto Alan está recuperando o carro no ferro velho de Siracusa (usando uma arma para fazê-lo), ouvimos um relato no rádio de que há um incêndio em Juniper Hill. Dano severo foi feito, e alguns presos estão à solta. Mais tarde naquela noite, The Kid entra na cozinha de Ruth enquanto ela está pegando os comprimidos que deixou cair. Nós não vemos o que acontece a seguir. É quando o episódio corta para Henry encontrando Odin e Willie na floresta.

Depois de explicar o schisma, eles mostram a Henry algo que construíram com base na interpretação de seu pai sobre essa “voz”. É uma sala à prova de som dentro do trailer. Isso dá ao episódio o título: "Filter/ Filtro". "Talvez o único silêncio total na Terra. Tire todo o barulho. O que resta é o schisma", diz Odin. "O que você ouve agora é apenas um boato. O que você vai ouvir no Filtro é a verdade." Henry relutantemente entra. Aqui é onde estes dois revelam um lado mais escuro e distorcido. "Você... se fez surdo?" Henry pergunta. "Não surdo", diz Odin, parecendo completamente demente. "Perfeito!" Ele bate a porta na cara de Henry, que logo se vê em um paroxismo de agonia quando o zumbido em seu ouvido o domina.

De volta à casa dos Deaver, Alan encontra The Kid sentado na escada da frente. Ele diz que vão entregar o carro no dia seguinte. Então eles podem começar a "consertar" Ruth, como The Kid prometeu. Ou… talvez não. "Haverá um monumento a Lacy", diz o jovem categoricamente. "E para todos que ajudaram a me colocar naquela jaula."

Ele está sangrando muito na mão direita. "Você disse que iria ajudá-la. Por que você diria isso?" Alan pergunta. "Por que você me deixou naquele porta malas, xerife?" Dentro da casa, Alan descobre que está tudo destruído. Castle Rock pode estar se dirigindo para as respostas que tanto esperamos.

Texto veiculado aqui e em Castle Rock Brasil. Então, você percebeu algo que não está esclarecido aqui nessa review? Tem algo a acrescentar? Comente abaixo sua opinião sobre o episódio.


Adblock Detectado

Você gosta desse conteúdo? Então nos ajude desativando o Adblock

Você pode desativar o seu adblock só em nosso domínio, ajude-nos a continuar levando conteúdo relevante para você :)

Muito obrigado, The Handmaid's Tale Brasil

×