Handmaid's News

Review | The Handmaid's Tale S03E11 - "Liars"


Atenção! Este conteúdo contém SPOILERS do décimo primeiro episódio, S03E11 – "Liars", da terceira temporada de The Handmaid's Tale.

Chegamos a um dos melhores episódios da terceira temporada de The Handmaid's Tale, senão o melhor da série até agora, em alguns aspectos. Não digo pela ação implícita do episódio, mas sim pelo dinamismo. Enquanto espectador, sentia a falta de outros ambientes dentro do universo da série, além dos cômodos exaustivamente já mostrados e esse episódio trata de melhorar, casa de uma Econofamilia, Jezebels, Canadá.

"Mentirosos" começa a noite, período em que boa parte dessa temporada se passa, agora, June olha para as dezenas de muffins enviados pela rede de Martas. Ela é interrompida por Eleanor, ainda mais imprevisível pela falta de remédios, aponta uma arma contra Lawrence. June, com sua delicadeza, consegue acalmar Eleanor, com a prerrogativa de que precisam dele para salvar as crianças e tirar algo de Gilead. Agora, Lawrence deve algo a June, que o cobra pelo caminhão que a ajudaria na fuga das crianças.

Serena recebe a bagagem de viagem arrumada por Rita, as duas se despedem, Serena está mais bondosa do que o normal. Fred chega de carro para uma viagem até a fronteira com o Canadá, o casal usou do telefone dado por Mark Tuelllo e parte em busca de um acordo mais intimista. Na estrada, os dois refletem sobre os avanços ambientais que conquistaram com Gilead. Fred dá a direção do carro para Serena.

Serena e Fred são hospedados por uma grande Econofamilia, explicitamente muito devota. De noite, Serena se queixa com Fred sobre a retirada de suas liberdades, eles cogitam deixar o centro de poder em Washington e viver no interior. No quarto em que são alocados, mesmo em camas separadas, os dois ainda têm um momento de ternura.

Na casa dos Lawrences, June vai para um encontro com as Martas, que duvidam de seu plano, mas não a impedem, desde que não interfira em seus próprios planos. Joseph e Eleanor somem, no escritório de Lawrence, papéis picoteados e um recado com desculpas pela fuga, "Sorry".

Mais tarde, Joseph volta pra casa junto com Eleanor, ele conta a June que não tem poder para sair de Gilead e para conseguir as permissões de um caminhão que a ajudaria. Ele concorda em levá-la até Jezebels, onde um membro do Mayday estaria e poderia ajudá-la. June chega vestindo um Louboutin, ela oferece as obras de arte da casa de Joseph como moeda de troca com o bartender. Ele poderia ajudá-la colocando as crianças em uma viagem de avião ao Canadá, mas o garçom se recusa, até que June recebe um "talvez".

June está prestes a sair de Jezebels quando é vista pelo Comandante George, que a chama para uma conversa privada em seu quarto. No começo, ele a interroga, June tenta enganá-lo, sem sucesso, com a história de que Joseph Lawrence teria a trazido ali para se divertirem. George a manda sentar-se na cama, ele tenta estuprá-la, mas June toma conta da situação o perfurando com uma caneta e o matando com um objeto de decoração. A Marta que chega para fazer o serviço de quarto a agradece por ter salvo ela quando Lawrence a incumbiu de escolher quem serviria como Marta e quem seria levada para as Colônias, e a ajuda na saída.

Enquanto isso, na viagem dos Waterfords, os dois param em um posto de gasolina, onde se encontram com Mark Tuello, ele os convida a ir mais "a frente" em um lugar mais seguro para conversar. Em uma estrada menor entre as árvores, Mark pára e revela que estão em território canadense, o exército e membros do governo remanescente dos Estados Unidos aparece e apreende o casal, FINALMENTE!

De volta a Gilead, June acorda ainda com sua roupa de Jezebels e recoloca seu trajes de aia, "Cloudbusting", segunda música de Kate Bush da trilha sonora de The Handmaid's Tale, toca. As Martas limpam o quarto de Jezebels, incinerando o corpo de George e os lençóis ensanguentados, June recebe uma arma de Joseph, se preparem!

Texto escrito para The Handmaid's Tale Brasil, reviews sempre às quartas, mesmo dia da entrada do episódio no catálogo do Hulu. Então, você percebeu algo que não está esclarecido aqui nessa review? Tem algo a acrescentar? Comente abaixo sua opinião sobre o episódio.