Handmaid's News

They should never have given us uniforms if they didn’t want us to be an army


Eles nunca deveriam ter nos dado uniformes se não queriam que virássemos um exército

"They should never have given us uniforms if they didn’t want us to be an army/ Eles nunca deveriam ter nos dado uniformes se não queriam que virássemos um exército" é uma famosa citação de The Handmaid's Tale. 

Foi vista pela primeira vez no livro de Margaret Atwood, de 1989, pela voz dos monólogos de Offred (no livro ela não foi conhecida por June). Na série, mais uma vez por June, a frase esteve presente na primeira temporada.

A frase vem da narração do Offred/ June enquanto ela carrega para casa o pacote de Jezebels que Moira havia enviado para ela. Obviamente, os uniformes são úteis para muitas coisas diferentes. E Gilead usa uniformes como uma forma de controle e opressão. Isso cria a necessidade de Resistência.

A frase, apesar de parecer em um primeiro "olhar", não indica a praticidade de um uniforme para uma luta física de um exército literal. É um pouco mais simbólico. É algo que se liga a algumas linhas sobre o Mayday: "tem que haver um 'nós' porque existe um 'eles'". Mesmo que não estejam indo fisicamente para a guerra, ainda desempenham um papel na resistência, ainda estão lutando contra Gilead de outras maneiras.

Ao colocá-las em uniformes, Gilead está forçando-as a se tornarem soldados. Estão forçando-as a lutar contra Gilead para recuperar suas liberdades. Como Emily disse "ninguém é esse tipo de pessoa até que precise ser".

Apesar de tudo, essas e outras interpretações de The Handmaid's Tale devem ser individuais. Mas os escritores quiseram dizer algo do tipo "as correntes que eles usaram para nos prender são as mesmas que vão nos ajudar a vencê-los".