Handmaid's News

Serena não deve entrar para a Resistência, é o que diz Elisabeth Moss


Elisabeth Moss negou a possibilidade em entrevista

Na noite da última quinta-feira (7) o Hulu promoveu o evento FYC para divulgar a segunda temporada de The Handmaid's Tale, discutindo o que a série já abordou e o que ainda tem a apresentar nos últimos cinco episódios.

Vários detalhes sobre o que está por vir foram revelados no evento. Um deles não deve ser novidade para ninguém, mas uma péssima notícia para os esperançosos é o que Elisabeth Moss disse em entrevista a Variety no evento.

"Não há como Serena conseguir se transformar em uma combatente da Resistência, isso não é a realidade. Mas o que nós concordamos, Yvonne e eu, é na ideia de que há duas mulheres, lados opostos neste mundo, ambas estão infelizes, não estão satisfeitas e são vítimas de muitas maneiras. Obviamente, a maior coisa que as conecta é a criança crescendo dentro da barriga de June que é filho da mãe que o carrega na barriga, mas também de certa forma, de Serena, como completa Moss.

A partir daqui, possíveis spoilers de todos os episódios até agora, a leitura é de sua responsabilidade. Os episódios das últimas semanas mostraram certa evolução do relacionamento entre as duas, que entrou em êxtase no episódio oito, onde o Comandante Fred está fora de casa se recuperando da explosão. 

Até que a situação muda completamente, Fred chega em casa, depois de Serena forjar assinaturas ele a castiga com cintadas. A punição acabou com o fino laço que as duas vinham criando, o episódio acaba com Serena debilitada ignorando a ajuda oferecida por June. Parece que se existia um resquício de Serena cair em si, ao invés da surra de Fred a fazer repensar Gilead, deve a ter encorajado [forçado] a continuar. Ao julgar pela fala de Moss, não veremos uma Serena bondosa e muito menos se virando a favor da Resistência tão cedo.