Handmaid's News

Análise da cena da explosão no episódio 6 da segunda temporada de The Handmaid's Tale




Você ficou confuso? A gente explica

O episódio seis da segunda temporada de The Handmaid's Tale, intitulado por First Blood nos apresenta uma visão do passado de Fred e Serena, já no momento atual, o Comandante trabalha nos últimos preparativos para a inauguração do novo Centro Vermelho Raquel e Lia.

Enquanto Fred faz seu discurso aos outros comandantes, Lillie, a Ofglen sucessora de Emily, se afasta das outras aias, adentra a inauguração e aciona a bomba que tem debaixo da roupa, destruindo parte do lugar. Já o episódio sete apresenta os resultados dessa explosão, que não foram bem aceitos pelos espectadores. Morreram 31 aias e 26 comandantes. 

O fato de terem morrido menos pessoas que estavam na parte de baixo (comandantes) é fácil explicar. Com a explosão do vidro, a energia da bomba se dissipou para fora na parte inferior. Ao contrário da parte superior onde estavam outras aias, ali a energia se concentrou toda nas aias, provavelmente matando todas - já que a estrutura se manteve intacta.



Na cena fica evidente que todas as aias que estavam na parte exterior do prédio, com exceção da Ofglen que se submeteu em nome da Resistência, sobreviveram. Logo, dentro do prédio deveriam ter mais 30 aias para a conta fechar, é aí que ao que tudo indica alguém se perdeu. Haviam apenas 21 aias visíveis no interior do prédio. A única possibilidade de terem morrido 31 aias, é que haviam mais aias do lado direito do Comandante Fred - o que parece improvável.  

Veja as capturas do episódio e também o trecho da explosão abaixo, tire suas próprias conclusões e comente com a gente!






Adblock Detectado

Você gosta desse conteúdo? Então nos ajude desativando o Adblock

Você pode desativar o seu adblock só em nosso domínio, ajude-nos a continuar levando conteúdo relevante para você :)

Muito obrigado, The Handmaid's Tale Brasil

×