Handmaid's News

Streaming da Disney rival da Netflix já existe: o Hulu


A semana no mundo dos negócios foi marcada pela compra multibilionária da Fox pela Disney. Aos poucos os planos da companhia do Mickey Mouse vão ficando mais evidentes, ainda mais com as entrevistas do CEO Bob Iger após a consumação da compra. Uma das incógnitas seria o que a Disney faria com a porcentagem que a Fox tem na plataforma de streaming Hulu. Afinal, o próprio mencionou criar um novo serviço para rivalizar com a Netflix, com conteúdo original da emissora.

O projeto ainda não foi descartado, mas já não é mais prioridade, a negociação com a Fox impulsionou os planos de Iger. A Disney, que já tinha 30% do Hulu, agora soma mais os 30% da Fox e passou a ter o controle da empresa. O Hulu é uma joint venture formada ainda pela Comcast (30%) e Warner (10%).

Segundo o site The Hollywood Reporter os planos imediatos são de tornar o Hulu como principal concorrente da Netflix em breve.

"Hulu, obviamente, é uma ótima oportunidade para expandir no espaço de produto direto para o consumidor", diz Iger. "Possuir cerca de um terço disso foi ótimo, mas ter controle nos permitirá acelerar muito o Hulu nesse espaço e torná-lo um concorrente ainda mais viável para os serviços que já existem". 

Ela acrescentou: "Nós seremos capazes de fazer isso não só por fluir mais conteúdo na direção do Hulu, mas por essencialmente ter seu controle, na medida em que a gestão do Hulu torna-se um pouco clara, mais eficiente, mais eficaz, ao virarmos acionista controlador".

O CEO revelou que a aquisição abre as portas para oferecer vários serviços de streaming segmentados por públicos, sendo o Hulu mais voltado a adultos, complementando o esportivo ESPN e outro voltado a jovens com super-heróis e desenhos.

Esse distanciamento da Netflix ficou ainda mais claro em uma entrevista de Iger ao Bloomerang TV, na manhã desta quinta (14), ao confirmar a não renovação do acordo de distribuição de conteúdo com a Netflix, nem contratos de licenciamentos para a produção de séries. Este último representa o fim das séries da Marvel na Netflix, já que o acordo termina em 2019 e não será renovado.

Iger acrescenta que "Estamos no negócio de criar valor de longo prazo". "À medida que olhamos para a frente e vemos um mundo onde a interação direta com o consumidor é muito mais atraente, acreditamos que é chegada a hora de sair do nosso relacionamento com Netflix e vamos tomar essa mesma abordagem com os ativos que estamos comprando também", conclui.

É bom lembrar que o Hulu foi o primeiro serviço de streaming a vencer o Emmy de Melhor Série Dramática, um marco para o gênero. No final de 2017 a Disney lançou sua primeira série da Marvel no Hulu, Runaways, que já é a segunda mais vista no catálogo do serviço e há quem diz que seja o melhor lançamento em série super-herói de 2017.

Isso tudo pode ser uma ameaça a gigante Netflix, mas o consumidor de fato, só tende a ganhar.  

Adblock Detectado

Você gosta desse conteúdo? Então nos ajude desativando o Adblock

Você pode desativar o seu adblock só em nosso domínio, ajude-nos a continuar levando conteúdo relevante para você :)

Muito obrigado, The Handmaid's Tale Brasil

×