Handmaid's News

Redemption

Redemption, ou "Redenção", é uma prática dentro da República de Gilead, na qual as mulheres condenadas por crimes (como traição do gênero) são forçadas a sofrer uma clitoridectomia (remoção do clitóris), também conhecida como circuncisão. É usado como uma punição alternativa para aias que "Deus achou por bem tornar férteis", ao invés de execução, o que é considerado "um desperdício". 

A punição impede que as mulheres tenham prazer sexual (ou dificulte) enquanto mantêm seus órgãos reprodutivos intactos, evitando assim ou desencorajando as aias de cometer o 'pecado' de fornicação ou traição do gênero. Tia Lydia afirma especificamente que a circuncisão se destina a "ajudar" a parar de querer "o que não pode ter". 

O único exemplo conhecido disso ocorre na adaptação para a televisão, quando Ofglen é considerada culpada de traição do gênero com uma Marta. Porque ela ainda é capaz de gerar filhos, foi condenada à Redenção, enquanto sua amante à morte. A Redenção é realizada em uma clínica médica, com Ofglen apenas percebendo o que foi feito com ela quando acorda após a operação e encontra sua virilha enfaixada.